Terça-feira, 31 de Janeiro de 2006

Nunca pares! Que eu também não!





Às vezes pensamos que "já não há nada a fazer. Para quê tanto esforço dispensado. Não vale a pena tentar mais!" Mas por experiência própria, aconcelho-vos a gastar a vossa última energia, que aparentemente parece não existir, para concretizarem as ambições mais desejadas! É tudo possível! Se numa altura a coisa parece estar um bocado parada ou mesmo parece estar a dar tudo para o torto, não desanimes! Pára um pouco, pede conselhos às pessoas que te rodeiam e reflecte. Não há melhor coisa que isso. Depois, basta um bom descanso para carregar um pouco as baterias e vai ao ataque com mais força que nunca para tudo se resolver!
Os obstáculos que aparecem à nossa frente são apenas maneiras de moldar a nossa personalidade! Não passes os obstáculos de lado, salta por cima porque todos somos capazes disso!
E sobretudo, não te preocupes, tudo se resolverá. Be happy!!!

Uma beijoka para todos e principalmente para a Ana Rita Samara e família (Não sei se virão ver o meu blog, mas no caso de o terem vindo cuscar, espero que esta animação vos dê um pouquinho de ânimo. Força para os cinco, em especial para a Ana!)

link: Blog da Ana
Feito pelos neurónios da Fiju às 12:07
link do post | comentar | favorito
13 comentários:
De Anónimo a 4 de Fevereiro de 2006 às 15:20
http://nettech.blogs.sapo.pt/! (http://nettech.blogs.sapo.pt/!) Davas uma boa jornalista/o!Rui
</a>
(mailto:Rescl@sapo.pt)
De Anónimo a 3 de Fevereiro de 2006 às 19:42
quando a vida nos parece estar parada, não adinta deixarmo-nos estar quietos sem fazer nada; ela é SEMPRE aquilo que queremos fazer dela. paulo
(http://osentretantos.blogs.sapo.pt)
(mailto:pdmiranda@sapo.pt)
De Anónimo a 3 de Fevereiro de 2006 às 18:11
Um bem-haja também para ti paraquedista pela tua visita no meu mundo do faz de conta! Mas olha que eu tenho 23 anos e não 16!!!
;-)Fiju
(http://fiju.blogs.sapo.pt)
(mailto:fiju1@sapo.pt)
De Anónimo a 2 de Fevereiro de 2006 às 22:37
Olá Fiju. 1º:- Obrigado pela visita. 2º:- Belos conselhos, mais ainda partindo de uma miúda com 16 aninhos... Fica bem e boa sorte em tudo.paraquedista
(http://www.paraquedista.blogs.sapo.pt)
(mailto:fsilva@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Fevereiro de 2006 às 21:01
Olá, cada dia que passa é mais um que merece ser vivido, ás vezes posso ser incoerente quando digo isto, mas vale a pena pelo menos estar vivo.
Parabens pelo teu blog.
Beijos
JPjoao
(http://joao69paulo.blogs.sapo.pt/)
(mailto:joao69paulo@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Fevereiro de 2006 às 19:04
És formada em matemática? aahhh preciso de umas explicações! quase k me arrisco a deixar matematica do primeiro semestre por fazer! lol akelas primitivas e integrais matam-me e o professor é um susto!! e as frequencias são de dar ataques de coração! ve la que em 6 cursos de saude c uma media de 30 pessoas cada apenas UMA pessoa passou e com 9,5!! a nota minima foi ZERO... é de morrer! lololol|!alcoreien!|
(http://alcoreien.blogs.sapo.pt)
(mailto:erikamartinsb@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Fevereiro de 2006 às 18:51
a vida é assim cheia de obstáculos, solavancos e desilusoes.Mas não nos podemos deixar ir abaixo e é assim que aprendemos a ser fortes e a levantarmo-nos cada vez mais rápido e com mais força dos empurrões que a vida nos dá. tentar ver sempre o lado bom e positivo, não viver na tristeza mas sim na alegria. não pensar nos que nos magoaram e nos fizeram tristes mas sim nos que nos fazem sorrir e ser feliz nos mais pequenos gestos! Viver a vida com um sorriso! Assim é o meu lema! beijokaxx|!alcoreien!|
(http://alcoreien.blogs.sapo.pt)
(mailto:erikamartinsb@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Fevereiro de 2006 às 18:44
Eu nunca paro. Para mim isso é perder tempo. Afinal, como te chamas? Tive a ver o teu perfil e fiquei curiosa. De certeza que não és Fiju. Não pares tb. Bjs CéliaCélia
(http://celia.blogs.sapo.pt)
(mailto:celiaclaro_7@msn.com)
De Anónimo a 31 de Janeiro de 2006 às 22:39
Oi linda !!! Be happy tu também beijinhos :o)Nice
(http://nice.blogs.sapo.pt)
(mailto:ni.ce@mail.pt)
De Anónimo a 31 de Janeiro de 2006 às 12:17
Por ti rumo em sete mares,

Em caravelas naufragadas,

Faço teu, os meus cantares

Em lágrimas salgadas.



Procuro teu porto divino,

Teu corpo de seda moldado,

Entre teu olhar de ouro fino

Mas eu, pobre coitado...



Doces águas murmurantes

Onde eu me esqueço.

Somos dois amantes,

Mas mulher, eu não te conheço!



Sinto que me afundo

Em letras que leio

Desejo profundo

Nas ondas do teu seio.



Afundou-se o barco, eu dormia

E tu que estavas tão perto,

Meu Deus quem diria!

Que o mar ficou deserto.

p.s:passe pelo meu e deixe seu lindo perfumemarta
(http://perfumedemulher.blogs.sapo.pt)
(mailto:marta_ribeiro89@hotmail.com)

comentar artigo